4 de junho de 2011

Empadas da Vovó Belita

Longe vão os tempos em que passava as tardes a fazer empadas com a minha avó. Mas o cheirinho e o sabor da massa feita com azeite nunca vão desaparecer.
A receita que fiz não foi exactamente igual à da minha avó, mas ela também fazia tudo a olho e "mais ou menos assim" ;)
O recheio da receita original é feito com galinha, mas desta vez usei peito de peru já assado no forno. Ficou saboroso mas um pouco seco por isso da próxima vez ou faço a galinha com bastante refogado para ter um pouco de molho ou adiciono um pouco de molho bechamel.
A receita da massa é quase igual à da minha avó mas foi retirada de um fórum de receitas da bimby.

Empadas
(9 unidades)
Massa:
  • 200 g farinha
  • pitada de sal
  • 20 g água
  • 40 gr azeite
  • 1 ovo grande
Colocar todos os ingredientes da massa no copo: 15 seg, vel 6.
Se precisar de guardar a massa, fazer uma bola com a massa, envolver em película aderente e guardar no frigorífico.

Recheio:
  • carne de perú já cozinhada
  • azeite
  • cebola
  • alho
  • salsa
  • limão
  • vinho branco
Na bimby, triturar a carne e reservar.
Colocar a cebola e o alho e picar 6 seg., vel. 5.
Refogar durante 7 min, temp. 100º, vel 1.
Juntar a salsa, o limão e o vinho branco e o frango e cozinhar mais 5 min.
Reservar o recheio e deixar arrefecer antes de montar as empadas.

Montagem das empadas:

Untar as formas com azeite.

Dividir a massa em 3 partes. Com uma das partes fazer 8 bolinhas e com as outras duas fazer 9 bolinhas iguais. Reservar as 8 bolinhas no frigorífico.
Com as restantes, numa superficie limpa estender cada uma das bolinhas em círculos (não têm que ficar perfeitos). Colocar cada círculo numa forma e, com a ajuda dos dedos ir espremendo a massa nas paredes da forma até que um pouco da massa saia para fora da forma. Atenção que a massa tende a encolher (como se pode ver na foto abaixo).
Colocar um pouco do recheio em cada uma das formas.
Estender cada uma das restantes bolinhas também em círculo (um pouco maior do que a boca da forma) e colocar por cima de cada forma. A massa de baixo deve unir-se com a de cima. Prensar bem as duas massas  na borda da forma e, com a ajuda de uma faca, recortar o restante à volta da forma.
Com esse restante fazer a tampa da última forma (achavam que eu tinha feito mal as contas, não achavam? :P). Esta foi a maneira que arranjei de não sobrar sempre um bocadinho de massa. Também podem dividir a massa em partes iguais logo de início e fazer um pastelinho com o que sobrar.
Neste momento as empadas já estão fechadas, mas a minha avó fazia sempre uns biquinhos:
Com o dedo indicador esquerdo empurrar a massa contra a forma ao mesmo tempo que, com o indicador e o polegar da mão direita, se dobra a massa por cima do outro dedo, fazendo um biquinho. Fazer isto várias vezes em redor de toda a empada.

Podem pincelar-se as empadas com um ovo batido antes de irem ao forno.

Levar ao forno a 180º até estarem douradinhas.


Servir com uma sopa ou uma saladinha :)
Bom apetite!

2 comentários:

paula MARIANA disse...

Ficaram lindas Carolina e sabe sempre bem num lanche ou refeição mais ligeira, obrigado por partilhares,

beijinhos e bom fim de semana!!

Rosa Alexandra disse...

Estou impressionada! Adoramos empadas, mas só fiz uma vez, agora fiquei com água na boca! Vou experimentar a tua receita, mas faço com franguinho da minha capoeira.