16 de fevereiro de 2011

Fabada Asturiana

Tal como prometido aqui vai mais uma receita das que mais gostei de comer por Espanha. Este é um prato típico das Astúrias que se assemelha à nossa feijoada. A parte que o distingue é o feijão, que é semelhante ao nosso feijão branco mas maior, e os enchidos, que são o que dão sabor ao prato. Eu trouxe um "pack", que nas Astúrias vendem em todo o lado, que já traz o feijão e o "compango", que é o que chamam ao conjunto dos chouriços e carnes. Por cá podemos comprar estes ingredientes no supermercado do El Corte Inglés.
O prato deve ser acompanhado por sidra, bebida típica asturiana, que deve ser servida da forma correcta (se não quiserem ouvir a explicação podem ir directamente ao minuto 2:22):



Por isso não se esqueçam do guarda-chuva, que aquilo respinga por todos os lados! À falta de sidra, acompanhar com um bom tinto ;)
A preparação da fabada leva algumas horas e requer que se siga a receita à risca para que os feijões fiquem como manda a regra - inteirinhos por fora mas molinhos como manteiga por dentro. Ficou deliciosa! O mesmo sabor das que comi por lá :)
Segui esta receita tradicional de fabada, que costuma ter bastante caldo e ser servida como uma sopa. Como a minha ficou com pouco caldo, fiz batota e servi sobre arroz branco.

Fabada Asturiana
(4 pax)

  • 500 g feijão asturiano
  • 1 embalagem de compango (2 chouriços asturianos, 1 morcela asturiana, 1 pedaço de pancetta, 1 pedaço de toucinho)
  • 1 cebola
  • 2 dentes alho
  • 1 raminho de salsa
Deixar o feijão de molho de um dia para o outro. Num recipiente à parte colocar também de molho as carnes.
Numa panela grande colocar as carnes no fundo e os feijões por cima. Adicionar a cebola inteira, os alhos e a salsa atada em ramo (atei com um pé da própria salsa). Cobrir com água e levar ao lume.
Quando começar a ferver, retirar a espuma que se criou à superfície.
Em seguida, "assustar" os feijões, ou seja, ir deitando (pouca) água sobre as zonas de fervura.
Quando a água voltar a ferver, voltar a assustar os feijões. Fazer este processo 3 vezes.
Depois de assustar os feijões 3 vezes, baixar o lume para um mínimo que permita que levante uma ligeira fervura mas não demasiada. Isto permite que os feijões cozam mas não se desfaçam.
O tempo de cozedura será entre 2 a 3 horas, mas é melhor ir verificando os feijões.

Boas "fabadas"! :)

2 comentários:

Salome disse...

Vaya fabada! palabra de Asturiana que solo le falta un poquito de caldo y ya sería perfecta...

Carolina disse...

Gracias! Sí, en realidad casi no tenia caldo. Pero estaba deliciosa e con el mismo sabor de lo que comí en Asturias. Una bella región que realmente vale la pena visitar :)