5 de dezembro de 2010

A minha Avó e o Livro de Pantagruel

O meus livro favorito de culinária é o "Livro de Pantagruel". Apenas há alguns anos conheci este famoso livro pois lá em casa a minha avó sempre fez as receitas de memória. E como eu gostava de a ver cozinhar! E de fazer com ela as empadas e os rissóis, as filhoses no Natal e os biscoitos de manteiga que fazíamos em bolinhas muito pequeninas pois era assim que eu gostava :) A minha avó sempre teve uma paciência de santa...
Há uns tempos começei a tentar recolher as receitas dela:
- "Ó Vó, dita-me lá a receita da sopa de ovos que é para eu guardar."
- "Então filha, pões cebola e alho a alourar num tachinho..."
- "E que quantidades, vó?"
- "Assim uma mancheia!"
Lol! :)
E é daqui que vem o meu gosto pelo Pantagruel. Porque, sempre que abro aquele livro e leio as receitas onde as medidas, os tempos e as temperaturas por vezes são "a olho", me lembro da minha avó a explicar-me como faz o seu delicioso bolo de noz, as empadas ou a marmelada.
E foi também com ela que aprendi que, mesmo a partir da mesma receita, a mão e o jeito do cozinheiro é que fazem a diferença. E eu nunca hei-de conseguir fazer empadas como as dela.

1 comentário:

Carlos Guerreiro disse...

Para os amantes do livro de pantagruel de 1946 deixo aqui a oportunidade de o adquirirem
http://m.ebay.com/sch/sis.html?_nkw=Hertha+Rosa+Limpo+O+Livro+de+Pantagruel+1946&_trksid=p2056116.m4100