27 de novembro de 2010

Jardineira de Choquinhos

Esta é uma daquelas receitas simples mas muito saborosas. E se for feita na Bimby ainda melhor porque fica a máquina a trabalhar enquanto vamos tratando de outras coisas ;)
As quantidades foram a olho por isso sugiro que façam a gosto.

Jardineira de Choquinhos


  • 600 g choquinhos
  • 1 cebola pequena
  • 4 dentes de alho
  • 4 c. sopa azeite
  • 1 copo vinho branco
  • 1 fatia grossa de bacon (~0,5 cm)
  • 5 c. sopa polpa tomate
  • 1 folha de louro
  • 100 gr ervilhas
  • 2 cenouras grandes
  • 3 batatas
  • 1 c. chá flor de sal
Colocar no copo a cebola, o alho e o azeite e picar 6 seg., vel. 5.
Juntar a polpa de tomate, o louro, o vinho e os choquinhos e cozinhar 20 min., temp. 100º, vel. colher inversa.
Adicionar as ervilhas e programar mais 10 min.
Juntar as cenouras e as batatas cortadas em cubinhos e programar mais 15 min. Juntar o sal apenas nos 5 min finais.

Bom apetite :)

21 de novembro de 2010

Marmelada e Geleia

Em tempo de marmelos há que fazer marmelada! Nem que seja porque a cozinha fica logo a cheirar a Natal.
Nunca tinha feito marmelada sozinha, mas recordo com saudade os dias passados na cozinha da minha avó a dar voltas ao passe-vite. A parte boa era que assim que me queixava que me doía o braço ficava dispensada do trabalho duro e ficava a observar :)
Já não me lembrava da receita da minha avó mas depois de lhe ter perguntado percebi que não tem nada a ver com aquela que eu fiz. Era mais ou menos assim:

Marmelada da Vovó
Cozinham-se os marmelos inteiros até que se espetem com um garfo.
Descascam-se os marmelos e reserva-se os caroços e a água da cozedura para fazer a geleia.
Desfaz-se a polpa do marmelo no passe-vite.
Liquefaz-se açúcar (a proporção é a mesma quantidade de açúcar e de polpa de marmelo) num pouco de água.
Juntar o açúcar ao marmelo e misturar mas sem já mexer muito.
Colocar em tacinhas. Só depois de arrefecido e solidificado se tapa com papel vegetal.
A geleia faz-se depois fervendo mais um pouco a água da cozedura dos marmelos, coando-a e juntando-lhe açúcar. Guarda-se em frascos.

A receita que eu fiz é bastante diferente mas dá muito menos trabalho e ficou boa também. Segui esta receita para a Bimby.

Marmelada

  • 4 marmelos
  • açúcar amarelo (metade do peso dos marmelos depois de descascados)
Descascar os marmelos e retirar os caroços. Reservar os caroços e as cascas.
Colocar no copo o marmelo e o açúcar. Triturar 60 seg, vel. 5, 7, 9.
Cozinhar durante 30 min., temp.100º, vel.3.
Colocar em tigelas e cobrir com papel vegetal.

Geleia
  • cascas de marmelo
  • caroços de marmelo
  • açúcar amarelo
Colocar as cascas e os caroços no copo da Bimby. Adicionar água quase a cobrir as cascas.
Cozinhar 15 min., temp. 100º, vel. 1.
Coar com um passador fino e pesar o líquido. Adicionar metade desse peso de açúcar.
Programar 30 min., temp. Varoma, vel.1.
Guardar em frascos, colocando uma folha de papel vegetal entre o frasco e a tampa.

Boas marmeladas ;)

13 de novembro de 2010

Mercearia Criativa


Gosto muito de mercearias. E esta faz lembrar as de antigamente pois, para além dos produtos gourmet, tem um ar tradicional e preocupa-se em ter produtos locais e produtos da época. E têm um atendimento cuidado como já é raro encontar.
Fui lá lanchar a um domingo e, apesar da variedade de bolos e doçaria, o que nos apetecia era mesmo um pãozinho. A sra arranjou logo umas fatias de pão rústico com manteiga e compota. Depois percebi que este lanche não fazia parte do menu e que ela utilizou produtos que tinham à venda na mercearia para fazer o nosso lanche:


Um delicioso lanche de chá de rosas, pão rústico, manteiga de ovelha e doce de maracujá. Deu para 3 pessoas e ficou em menos de 5€.
E foi assim que passei um fim de tarde muito agradável.

Mercearia Criativa
Av.Guerra Junqueiro, 4 A
Lisboa
21 848 51 98
http://www.merceariacriativa.com/

6 de novembro de 2010

Dicas Para Descascar Romã

Adoro romã. Mas como sou uma comichosa nunca gostei de as descascar e confesso que a forma que mais gosto de as comer é mesmo espremidas em sumo. De qualquer forma sempre achei o processo de descascar romãs moroso e trabalhoso em que muitos baguinhos ficavam desfeito o que deixava as mãos manchadas e ainda um monte daquelas cascas brancas da romã misturadas.
Por isso e porque estamos em época de romãs não podia deixar de partilhar dois truques que descobri e que no outro dia pus em prática e confirmei que são extremamente úteis (nunca mais descasco uma romã à mão).

A melhor forma de descascar uma romã é parti-la ao meio, segurar uma metade com uma mão (por baixo) e com a outra dar umas palmadas à romã com uma colher de pau:


Este truque é excelente pois os baguinhos soltam-se da casca muito facilmente e ficam inteirinhos.
Depois é só encher a tigela com água e retirar as cascas brancas que eventualmente ainda tenham ficado pois ficam todos a boiar à superfície:


Et voilá, ficamos com uma taça cheia de baguinhos de romã deliciosos e prontos a comer:


Bom apetite! :)